Dia de Namorar!

12
JUN
2013

Minhas Dicas

Untitled-2

Oi…

Oíííí, ainda tem alguém aí?

Nossa, que saudade deste lugar! O que foi que aconteceu com o tempo? Por que as horas estão durando menos? Como pode ter se passado um mês inteiro desde a última vez que escrevi aqui?!

Não importa, são perguntas sem respostas. O dia de hoje me pediu uma parada, não dá pra passar batido. Mas o que é que o dia 12 de junho tem de mais? Na verdade, nada. Se você quiser, é só mais um dia entre outros 364. Mas, se você quiser, pode ser um dia cheio de coraçõezinhos flutuando a caminho do céu, igual àquele filtro bonitinho que a gente usa no Instagram.

Se você é do tipo que torce por finais felizes, que se emociona em casamentos, deixa a cabeça cair de lado quando vê um casal de velhinhos passeando de mãos dadas, não se inibe à luz de velas, adora um bom drama e se deixa tocar por poemas de amor, então você é do meu tipo e já pensou em alguma coisa deliciosa pra hoje (e alguém vai se dar muito bem…).

Mas, vamos considerar outras hipóteses…

Talvez você tenha uma porção de romantismo correndo nas veias, mas seja extremamente tímida, inibida e não saiba como conduzir a coisa. Neste caso, sugiro que opte pelo básico: faça um jantar gostoso (compre pronto, se não souber cozinhar), abra uma garrafa de vinho, deixe uma música suave rolando, flores na mesa, perfume francês na nuca… e pronto! A natureza cuida do resto, é só coraçãozinho voando por aí… Pra que mais?! Sou muito mais um jantarzinho a dois em casa do que as filas nos restaurantes, por melhor que eles sejam.

Uma outra hipótese, um pouco mais complicada, é que você não esteja sentindo a mínima vontade de comemorar o dia com o seu par. Hummm, isto pede uma pequena análise da situação. Não está a fim porque está brava, magoada ou porque a coisa perdeu o encanto? Se for por um dos dois primeiros motivos, então eu diria que não tem noite melhor pra fazer as pazes do que a de hoje! Anistia total, com direito a abono de D.R.! Afinal, não deve ter sido nada tão grave assim… namorar é sempre mais gostoso. No entanto, se o problema é desencanto, desgaste, absoluta ausência de clima, fica difícil pensar em uma noite romântica. Mas, como eu sou uma romântica incorrigível, daquelas que acredita que o amor é a maior força do universo, penso que talvez a noite de hoje possa ser oportunidade pra uma boa conversa, sincera, aberta e amistosa, um diálogo adulto entre duas pessoas que, certamente, têm um monte de coisas boas em comum, uma história feliz pra contar, um passado juntos. Como diz a canção, relembrar é viver, relembrar juntos é viver juntos outra vez, some a isso uma taça de vinho e… talvez vocês tenham outra história pra contar.

Outra situação, que as pessoas costumam achar dramática, é que você esteja sem par. Todo mundo já passou por isso algum dia. Muito bem, moça, então a noite é sua e você tem algumas opções muito interessantes. Pode sair, encontrar outros amigos solteiros, dançar, jantar, enfim, se divertir e até fazer piada da situação, porque estar sozinha é sempre um status momentâneo. Outra opção que, confesso, tem mais a minha cara, é alugar um filme daqueles beeeem românticos (sugestões aqui), abrir uma garrafa de vinho (não beba inteira, porque amanhã é dia útil), se meter embaixo das cobertas, curtir profundamente este momento fossa e saber que aquele cara do filme vai aparecer na sua vida, é só uma questão de tempo. Hummm, adoro! (Observação importante: àquelas que estão sozinhas por opção e se sentem felizes e realizadas assim, então hoje será realmente mais um dia entre outros 364. E daí? Ninguém tem nada a ver com isso, gostar da própria companhia é um privilégio).

A última hipótese que me vem à cabeça são aquelas que acham as manifestações de amor uma babaquice e jantar a luz de velas, cafona. Putz, aí eu não vou poder ajudar, sinto muito, o caso é grave.

Vambora beijar na boca e curtir o que vem depois…

Feliz Dia dos Namorados!

 

linha Dia de Namorar!

PS: Se tiverem filhos e não tiverem com quem deixar, como é o meu caso, inclua-os nos preparativos, na decoração da mesa, na escolha da trilha sonora, no preparo da comida, etc. Explique (antes) que eles vão ajudar nos preparativos, mas na hora do jantar será a vez do papai e da mamãe namorarem e que elas (as crianças) vão curtir uma boa sessão-cineminha na sala de TV (escolha um filme novo e não se esqueça da pipoca!). É possível que vocês consigam umas duas horinhas de sossego…

Nenhum comentário ainda

envie seu comentário

maisquarenta

Untitled-2

Dia de Namorar!

Oi… Oíííí, ainda tem alguém aí? Nossa, que ...