Todos os Dias

17
MAI
2013

Inspirações

Mãe

Domingo passado foi dia das mães. Ontem, também. Hoje é de novo e amanhã será outra vez. Por isso não tomem este post por atrasado, domingo foi apenas o dia do comércio comemorar. Nada contra, acho bacana tirarmos um dia pra oficializar carinhos, cartinhas e declarações de amor – até café na cama eu ganhei! Uma delícia mesmo. Mas vocês já sabem onde quero chegar. Um dia mãe, pra sempre mãe, todos os dias, se Deus quiser.

Amar nossa mãe é a primeira coisa que a gente aprende na vida, depois vem todo o resto. A gente nasce amando e confiando nesse ser, cresce olhando pra ela, seguindo seus passos e comandos, admirando, copiando, precisando. Até as más mães são amadas. Elas são nosso baú de tesouros.

Daí, um certo dia, ela coloca esse baú pesado no nosso colo e diz: vai com Deus, estarei sempre aqui. É hora de sair de perto, o porto seguro vai ficando pra trás e a gente torce pra ele estar ali quando quisermos voltar, nem que seja pra um abraço rápido. Somos grandes agora e é uma questão de tempo até que a gente mesmo se transforme no porto seguro de alguém. E quando isso acontece, quando a gente se vê com um serzinho no colo… que medo, que coisa boa, que amor incrivelmente grande e poderoso é esse! Então, a gente descobre como é que nossa mãe nos amou e entende porque ela sempre esteve por perto e compreende todas as preocupações e chatices e se dá conta que ela também deve ter tido muito medo e muito trabalho e noites em claro e amor sem fim. Então, além de amor, a gente sente gratidão.

Mãe, querida, eu existo a partir de você, sou uma extensão sua com vontade própria. Serei sempre um pouco você e isso é bom. Obrigada pra sempre, te amo por tudo.

Filha e filho, meus amores, meus baús de tesouros, pode faltar tudo na vida, mas amor de mãe, nunca. Meu coração é fonte que não se esgota.

Mães do mundo todo, mães aqui do blog, parabéns por todos os dias! Ser mulher é uma benção de Deus, tenho certeza que somos as preferidas Dele.

comentários

  1. lilia... disse:

    Ai filha fiquei até engasgada !!! Que coisa mais linda vc escreveu ! É isso aí…vc disse tudo ! Eu não fui a mãe que deveria ter sido , fui chata , implicante , ranzinza , sem paciência , obriguei vcs a comerem fígado ; apesar de tudo ,nunca duvide do meu amor por vcs quatro . E nem sei como agradecer por vc continuar me amando mesmo assim . Um abraço beeeeem apertado

  2. Melhor aos Quarenta disse:

    Mãezinha, você é a melhor mãe do mundo pra mim. Toda boa mãe tem sua parcela de chatice, tem seus surtos de impaciência e cuidam da alimentação dos filhos, senão o mundo estaria perdido! Mas também tem firmeza, proteção, brigam pelos nossos direitos, nos ensinam um monte de coisas, cuidam, nos fazem crescer e nos mostram o que realmente importa na vida – você fez isso por mim. De novo: obrigada pra sempre, te amo por tudo!

  3. lilia... disse:

    Será que mereço você ,filha ?

  4. Silvia disse:

    Que delicia…li este post com minha filhote no colo e pensando da minha mãe… muita emoção… é isso aí, Re! Parabéns e obrigada por traduzir nossos sentimentos com texto tão gostoso. Bjs

envie seu comentário

maisquarenta

Mãe

Todos os Dias

Domingo passado foi dia das mães. Ontem, também. Hoje...