Para sentir

29
JUN
2012

Inspirações

nada

casal2 Para sentir

O poema aí embaixo é da Adélia Prado, e se chama “Casamento”. Fui apresentada a ele nesta semana, mas já devo ter lido umas 10 vezes. Ele não tem rimas, nem frases elaboradas, é, na verdade, de uma simplicidade desconcertante. O que me tocou neste poema foi a forma mágica como a autora, sem nem usar a palavra amor, conseguiu deixar o sentimento tão presente pairando sobre o texto. Lindo demais, um poema para sentir e não para ler, feito da arte mais refinada.

Talvez, numa leitura atenta e sensível, você consiga encontrar, escondida no poema, a sutil diferença entre um casamento e um casamento feliz.

linha5 Para sentir

Casamento

  • Há mulheres que dizem:
  • Meu marido, se quiser pescar, pesque,
  • mas que limpe os peixes.
  • Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
  • ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
  • É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha;
  • de vez em quando os cotovelos se esbarram,
  • ele fala coisas como “este foi difícil”
  • “prateou no ar dando rabanadas”
  • e faz o gesto com a mão.
  • O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
  • atravessa a cozinha como um rio profundo.
  • Por fim, os peixes na travessa,
  • vamos dormir.
  • Coisas prateadas espocam:
  • somos noivo e noiva.

Adélia Prado

linha6 Para sentir

Desejo um ótimo final de semana pra vocês, meus queridos, com muitas coisas prateadas espocando no ar…

 

FOTO (cinemagraph): From Me To You 

comentários

  1. LILIA VALIAS disse:

    NÃO ENTENDO MAIS NADA!!!JA FIZ O COMENTARIO NA FOTO DA CARLA. MAS VAMOS LÁ: RE,ACHEI O SEU TEXTO,OU MELHOR, EU E SEU PAI ACHAMOS O SEU TEXTO MUITÍSSIMO CRIATIVO! DOM É DOM , NÉ? PARABENS,FILHA!

envie seu comentário

maisquarenta

nada

Para sentir

O poema aí embaixo é da Adélia Prado, e se … ...