A Subida

02
JUL
2012

Inspirações

Driving

Hanna Montana, Justin Bieber, Selena Gomez, Miranda Cosgrove e tantas outras estrelas das constelações Disney e Nickelodeon entraram na minha vida sem serem convidadas, mas… devo confessar, eu gosto. Sempre assisto com meus filhos o seriado iCarly, por exemplo, e quando dou risada (acho engraçado mesmo, o Spencer é impagável!) os olhinhos deles brilham orgulhosos por verem a mãe curtido o programa que eles escolheram assistir, entro no mundinho deles e sou muito bem-vinda por lá!

Virei tiete do Justin Bieber depois do filme Never Say Never (ele bota os Menudos e o Dominó no chinelo!) e me emocionei duas vezes no filme da Hanna Montana. A história mostra um bonito resgate de valores, a importância da família, o respeito ao outro e a autenticidade libertadora da vida simples – um ótimo gancho pra abordar estes assuntos com as crianças tomando um sorvete, depois do cinema.

Sempre vai ter uma oportunidade pra assistir a um bom filme de gente grande ou pra voltar a seguir novela, principalmente quando as crianças não forem mais crianças, então aproveito pra entrar na onda delas enquanto posso e trato de decorar nomes e conexões de todos os personagens, pra não dar nenhum fora.

Faz uns 2 anos que tem um CD da Hanna Montana/Miley Cyrus (para os leigos: elas são mesma pessoa) dentro do meu carro e já decorei a letra de várias músicas. A minha preferida é a faixa 8 – The Climb, que é a penúltima canção do filme. A letra fala de coisas que passaram a fazer muito sentido pra mim de uns tempos pra cá – em resumo: a vida não pára pra gente viver, o dia certo pra realizar nossos sonhos não existe, passamos muito mais tempo subindo a montanha do que aproveitando a vista lá de cima, portanto, a subida tem que ser a melhor parte!

Na quarta-feira passada, quando dirigia sozinha pro meu curso em São Paulo, a estrada estava muito linda por causa da cor do sol e me lembrei que há tempos não ouvia esta música. Coloquei o CD, aumentei o volume e cantei bem alto com a Miley, fazendo gestos, caras, bocas e tudo mais, certa de que estava abafando (manda internar). Quando acabou, coloquei de novo e continuei cantando, em altos brados (acho que acontecia uma pequena catarse ali!). Fiz isso pela terceira vez. Pronto. Meu dia já estava ganho e  meu interior agradecido por mais este trecho da subida.

Nossa, quantos anos eu tenho mesmo?

linha1 A Subida

Para os que não conhecem a música e ficaram curiosos, clique aqui pra ver a letra e tradução. Abaixo vai o trecho do filme (aumentem o volume!):

FOTO: www.thisisglamorous.com

comentários

  1. Silvia disse:

    Pois é… não são só os filhos que inspiram nos pais…. a reciproca acontece e nos faz muito bem.

envie seu comentário

maisquarenta

Driving

A Subida

Hanna Montana, Justin Bieber, Selena Gomez, Miranda Cos...