Estou atrasado!

01
SET
2012

GloryDays

Alice Rabiit

Todos sempre me tomaram por louco e, diante de situação tão embaraçosa, nunca me atrevi a negar.

Pois bem, do alto dos meus oito anos de análise, resolvi revelar as reais circunstâncias de minha infeliz e apressada passagem pela história da tal loirinha Alice, essa sim, louca de pedra.

A verdade é que venho duma distinta linhagem de coelhos-atores, a mais alta casta de nossa espécie. Observem as orelhas altas e pontudas, que escutam até o que não devem. O pelo muito macio e absolutamente níveo nos distigue de primos mais encardidinhos como as chinchilas e os esquilos. Nosso sinal mais marcante, porém, está no fato de andarmos sobre duas patas, sempre muito bem vestidos. Isso sim nos garante papéis de destaque nos clássicos.

A história da loirinha, no entanto, foi um mero e desastroso acaso. Não havia sido escalado para a fábula em questão que, a propósito, me parece muito aquém de tanto sucesso. Ocorre que comi algo estranho naquela manhã… Custódio, nosso confiável mordomo, resolveu lambuzar minhas cenouras com azeite de dendê, uma especiaria dos trópicos que ganhou dum parente roedor. Por Jessica Rabbit, o que é aquilo?! Meus nobres e sensíveis intestinos se revoltaram! Eu caminhava ingenuamente pelos bastidores da historieta da menina Alice quando percebi o que estava por vir e corri apressada e desesperadamente à procura de um banheiro. Quando me dei conta, estava em cena aberta e tudo o que pude fazer para manter o mínimo de dignidade foi simular um compromisso e entre uma olhada e outra no relógio, sem nunca ver as horas, procurava avidamente as letrinhas “WC”. É claro que eu estava com pressa, com muita pressa – vocês também não estariam?

Passado o desespero, cruzo com a loirinha no corredor e ela me dirige a palavra, com ar angelical: “Foi um lindo sonho, não foi mesmo?”. Não me contive: “Ah, vá te catar! Pode ter sido sonho pra você, pra mim foi um pesadelo mau-cheiroso!”.

Nenhum comentário ainda

envie seu comentário

maisquarenta

Alice Rabiit

Estou atrasado!

Todos sempre me tomaram por louco e, diante de situaç...